O quão impor­tante é o ensi­na­mento para uma pri­meira aula de bal­let. O pro­fes­sor deve inte­ra­gir e com­par­ti­lhar com o aluno como um nascimento…

O pri­meiro con­tato com a arte do bal­let clas­sico deverá ser a mais sutil pos­sí­vel, visando ape­nas o bem estar do aluno, a magia que a dança nos traz e como a mesma nos fas­cina.
Daí a impor­tân­cia do bom pro­fes­sor, que pas­sará as pri­mei­ras infor­ma­ções aos alu­nos, sejam eles cri­an­ças ou adul­tos. A pai­xão pela dança deve estar em pri­meiro lugar — a cobrança da téc­nica virá com o tempo, quando o aluno esti­ver pre­pa­rado fisi­ca­mente, musi­cal­mente e espi­ri­tu­al­mente.
É um tra­ba­lho de doa­ção e inte­gra­ção entre o aluno e pro­fes­sor. Este fator é deter­mi­nante para que pos­sa­mos tra­zer para mais perto os aman­tes do bal­let clás­sico sem trau­mas, ape­nas pelo desejo de ser bailarino.

Pela pai­xão que esta divina arte nos traz…

Sandra Castro é bailarina profissional, formada pela Escola Estadual de Danças Maria Olenewa. Diretora, professora e coreógrafa do Ballet Sandra Castro desde 1992.