Ana e Luis

A luz branca e bri­lhante pro­ve­ni­ente do elip­soi­dal, que entrando sua­ve­mente batia e banhava nos­sas molei­ras, ombros e pés, recor­tando o retân­gulo no chão do linó­leo preto, limpo e fosco, era a deixa para mim do iní­cio do meu movimento. Grau a grau, per­corri com meu olhar o ângulo que faria repou­sar meus olhos no […]